O Documentário Interativo em Ambientes Digitais: uma Taxonomia do Género Baseada em Modos de Imersividade

  • Ana Catarina Monteiro Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Palavras-chave: documentário, interação, imersividade, ambientes digitais, audiência

Resumo

O presente trabalho foca-se no documentário interativo e no papel que ele ganha à luz dos ambientes digitais. A integração do documentário no meio digital mudou a perspetiva de representação da realidade trazendo novos significados e novas formas de apresentação. Especialmente referenciados pela sua capacidade de inovação e experimentação, os documentários interativos têm muito para oferecer no que diz respeito às várias formas de exploração dos diferentes media, das várias plataformas que utilizam e da prática avançada que fazem de características imersivas, colaborativas e participativas. Através da análise da com- posição formal do documentário interativo e da relação que advém entre este e a audiência procurou-se uma definição e taxonomia do género atentando na sua complexidade e poder transformacional. Deste modo, propôs-se assim um conjunto de modos de imersividade que constituem uma forma de diferenciar os vários documentários interativos, tendo em conta as três variáveis definidas: autor, media e utilizador.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
[1]
Monteiro, A. 2019. O Documentário Interativo em Ambientes Digitais: uma Taxonomia do Género Baseada em Modos de Imersividade. Interações: Sociedade e as novas modernidades. 37 (Dez. 2019), 58-83. DOI:https://doi.org/10.31211/interacoes.n37.2019.a3.
Edição
Secção
Artigos