Perspetivas do Norte para um Sul melhor? Big Data e o Sul Global na Big Data e Sociedade

  • Guilherme Cavalcante Silva Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Sul Global, Big Data, Big Data e a Sociedade, Ciências Sociais

Resumo

Nos últimos anos, os estudos de dados nas Ciências Sociais observaram um crescimento no número de pesquisas destacando a necessidade de uma participação mais profícua nos debates da área por parte do Sul Global. A falta de vozes do Sul na produção de conhecimento académica por um lado, e de reconhecimento da importância e autonomia das suas práticas de dados locais como os movimentos de dados indígenas, por outro, foram decisivos no estabelecimento de um Big Data na agenda do Sul. Este artigo apresenta um mapeamento analítico de 131 artigos publicados de 2014 a 2016 na Big Data & Society (BD&S), uma revista líder reconhecida pela promoção pioneira da pesquisa em Big Data entre cientistas sociais. O seu objetivo é fornecer uma visão geral da maneira como as práticas de dados são abordadas nos artigos da BD&S em relação à sua instância geopolítica. Argumenta que há uma tendência para generalizar práticas de dados negligenciando as consequências específicas do Big Data em contextos do Sul devido a uma presença quase exclusiva das perspetivas euro-americanas na revista. Este artigo defende que isto acontece como resultado de uma assimetria epistemológica que permeia as Ciências Sociais.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
[1]
Silva, G. 2019. Perspetivas do Norte para um Sul melhor? Big Data e o Sul Global na Big Data e Sociedade. Interações: Sociedade e as novas modernidades. 37 (Dez. 2019), 84-107. DOI:https://doi.org/10.31211/interacoes.n37.2019.a4.
Edição
Secção
Artigos