Reflexões em um Campo de Fronteiras: Educação e Comunicação em Diálogo

  • Ricardo Cocco Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Educação, media, produção de sentido, diálogo formativo

Resumo

Os media representam nas sociedades contemporâneas não somente fontes de informação, mas constituem-se como mediadores, pelos quais o homem e a sociedade, em grande medida, vêm se relacionando, compreendendo e significando o mundo que os cerca. Mesmo não tendo o monopólio da informação, convivem e coexistem com outras instâncias também educativas e, juntamente com a escola, compõem um rol de meios através e com os quais os indivíduos dão inteligibilidade ao que o rodeia. Com o artigo, de bases teóricas e de caráter bibliográfico, pretendemos apontar elementos que nos parecem essenciais para pensarmos as múltiplas e complexas relações entre a educação e os media. O que nos aparenta primordial ser discutido é que os media, tanto quanto as práticas pedagógicas institucionalizadas (escola), à sua maneira, podem ser compreendidos à luz das interações verbais, da sua faceta pedagógica e da produção de sentidos que neles e através deles ocorrem. É pela mediação da escola e dos media que o mundo que conhecemos é traduzido e significado. Advogamos que, em face aos vários cenários possíveis, sejam eles nos espaços escolares ou mediáticos, o diálogo vivo possibilita a constituição de uma individualidade permanentemente revisitada, infindavelmente revisada e criticamente refletida.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
[1]
Cocco, R. 2019. Reflexões em um Campo de Fronteiras: Educação e Comunicação em Diálogo. Interações: Sociedade e as novas modernidades. 37 (Dez. 2019), 159-182. DOI:https://doi.org/10.31211/interacoes.n37.2019.a7.
Edição
Secção
Artigos