Psicanálise e Vida: Mitologia e Cinema

  • Henrique Testa Vicente Instituto Superior Miguel Torga
Palavras-chave: Psicanálise, Mitologia, Cinema, Star Wars, Back to the Future

Resumo

O presente ensaio equaciona a relação entre mito e busca de conhecimento na vida do ser humano, nomeadamente com a actividade criadora, na sua dupla vertente artística e científica. Tomando como ponto de partida diversos apontamentos biográficos de Freud, o lugar que conferiu à psicanálise aplicada na sua obra e as referências aos mitos da antiguidade, são analisadas duas produções cinematográficas contemporâneas de ficção científica: as trilogias de “Star Wars” e “Back to the Future”. Estas análises permitem ilustrar de que forma o campo mitológico (em particular, o mito edipiano) é reactualizado nas narrativas cinematográficas. O cinema pode assim ser perspectivado como um palco de eleição para a “redescoberta” dos mitos pelo espectador, tal como o teatro e a tragédia de Sófocles permitiram a Freud revisitar o mito edipiano e pensar o desenvolvimento do ser humano. A análise psicanalítica das obras cinematográficas entabulada, bem como a reflexão sobre a actividade criadora de Freud, facultam suporte empírico adicional à conexão entre mitos e vínculo do conhecimento, proposta por Wilfred Bion, os quais se constituem, ontem como hoje, “geradores” de arte e ciência.

Biografia Autor

Henrique Testa Vicente, Instituto Superior Miguel Torga

Professor Doutorado do Instituto Superior Miguel Torga de Coimbra.

Publicado
2019-06-30
Como Citar
[1]
Vicente, H. 2019. Psicanálise e Vida: Mitologia e Cinema. Interações: Sociedade e as novas modernidades. 36 (Jun. 2019), 134-157. DOI:https://doi.org/10.31211/interacoes.n36.2019.e1.
Edição
Secção
Ensaios