A Alvorada e o Crepúsculo do Homem: A Propósito da Psicologia Evolutiva Grupal de Trotter e Bion

  • Nuno Torres Instituto Superior Miguel Torga

Resumo

É proposta uma posição epistemologica segundo a qual as ideias de mente individual e de mente desincorporada representam reducionismos que dificultam radicalmente a compreensão dos fenómenos humanos; esta posição integra as noções de contextos culturais, campos socio-emocionais, pressões sociais, estruturas somáticas da emoção, selecção natural e selecção sexual e extinção de espécies. Argumenta-se que cada mente humana pode ser representada metafóricamente como uma arena na qual a subjectividade individual luta com as pressões do grupo e integra experiências e memórias filogenéticas acumuladas durante milhões de anos de evolução das espécies e que estão registadas no corpo-cérebro.

 

Summary

 

The Dawn and Dusk of Man: Trotter and Bion’s Evolutionary Group Psychology  

 

A radical stance is proposed, according to which the ideas of a) an ‘individual’ mind, as well as of b) a ‘disembodied’ mind, are no more than reductionisms that hinder seriously the understanding of humanity, integrating the notions of cultural contexts, socio-emotional fields, social pressures; about generation of thoughts, and absence of thinking, somatic structures of emotion, natural selection and sexual selection, and thriving and extinction of species. It is argued that every human mind is an arena where our ‘individual’ subjectivity struggles with its own group pressures, and also with the experiences and philogenetic memories accumulated for millions of year of evolution of a whole species, unconsciously imprinted in the body-brain.

Biografia Autor

Nuno Torres, Instituto Superior Miguel Torga
Psicólogo
Publicado
2007-10-31
Como Citar
[1]
Torres, N. 2007. A Alvorada e o Crepúsculo do Homem: A Propósito da Psicologia Evolutiva Grupal de Trotter e Bion. Interações: Sociedade e as novas modernidades. 7, 13 (Out. 2007).
Edição
Secção
Artigos