DSM-5: Continuidade, Mudança e Controvérsia

Margarida Pocinho

Resumo


As principais inovações introduzidas pelo DSM-5 observadas e inventariadas, de um modo breve, mas abrangente, com ênfase na crítica que Allen Frances, o coordenador do anterior DSM-IV, dirigiu à mais nova edição do DSM. A questão é que o DSM-5 não se demonstrou tão inovador e sólido como se esperava, mostrando sérias inconsistências, no que respeita aos critérios de classificação e diagnóstico. Em particular, simplificações and justaposições removem o caráter específico de certas desordens mentais, enquanto, por outro lado, generalizações levam a classificar, indevidamete, diversas situações e comportamentos como sendo doença mental. 

 

DSM-5: Continuity, Change and Controversy

The main innovations introduced by the DSM-5 are observed and inventoried, in a short but comprehensive way, with emphasis on the criticism that Allen Frances, the editor of the previous DSM-IV, directed at the newest DSM edition. The question is that the DSM-5 did not prove as innovative and sound as expected, showing serious inconsistencies regarding the criteria of classification and diagnosis. In particular, simplifications and juxtapositions remove the specific character of certain mental disorders, while, on the other side, generalizations lead to classifying unduly  diverse situations and behaviours as being mental disease. 

Keywords: DSM-5, classification, diagnosis, mental disorder, mental health.


Palavras-chave


DSM-5; classificação; diagnóstico; desordem mental; saúde mental

Texto Completo:

PDF


ISSN: 0873-0725